pagamento recorrente e parcelamento entenda a diferença

Pagamento recorrente e parcelamento: você conhece as diferenças?

É fundamental conhecer todas as diferenças entre pagamento recorrente e parcelamento para oferecer aos clientes uma forma de pagamento que seja condizente com o negócio da empresa.

Além disso, todo empreendedor deve compreender de que forma deseja planejar a previsão de receitas da sua empresa, pois, para cada formato, existe uma dinâmica de processos financeiros que merece ser analisada.

O objetivo deste post é mostrar a importância da previsão de receitas, o conceito de pagamento recorrente e parcelamento, as principais diferenças entre eles e as vantagens e os benefícios que o modelo recorrente pode oferecer ao negócio!

Importância da previsão de receitas em uma empresa

Não saber sobre as possibilidades financeiras em médio e longo prazos, muitas vezes, deixa o empreendedor em situação vulnerável para tomar decisões. O cenário econômico — oscilante e imprevisível — colabora para tornar ainda mais difícil o posicionamento de gestão.

Ter uma prévia dos recebíveis possibilita ações de melhoria, decisões de investimento ou, até mesmo, o lançamento de um novo produto ou serviço. Além disso, mostra claramente se a empresa deve ou não investir em mais estratégias de marketing para captação de novos clientes.

A previsão de receita funciona como um termômetro que ajuda a gestão a definir sobre a adoção da melhor forma de cobrança para os clientes. Por isso, conhecer as diferenças entre pagamento recorrente e parcelamento vai auxiliar na implantação de um processo mais alinhado e eficiente.

Conceito de parcelamento

O parcelamento é um pagamento a prazo, dividido em parcelas iguais, com quantidade acordada entre a empresa e o cliente. Geralmente, a compra é pontual e parcelada em meses, via boleto ou cartão de crédito.

Nesse formato, pode ocorrer a incidência de juros, como forma de cobrir as despesas que a empresa tem com tarifas de operadoras e processos administrativos, o que deve ser acordado e aceito previamente pelo cliente.

Vale lembrar-se de que, sendo pontual, o risco de, ao final do parcelamento, você nunca mais tornar a ver o cliente é grande. Ele pode até se sentir satisfeito com o atendimento, com a venda e a forma de parcelamento, mas não há qualquer vínculo, senão o de pagamento parcelado.

Definição de pagamento recorrente

Já o pagamento recorrente é uma cobrança mensal, originada de uma assinatura ou contrato, efetivada por meio de cartão de crédito, boleto bancário ou débito em conta, de acordo com a escolha e preferência do cliente na hora de contratar a oferta da sua empresa.

Esse modelo de negócio cria um vínculo mais duradouro com o cliente e permite o desenvolvimento de um relacionamento por meio do atendimento ou da melhoria dos serviços ao longo do período de contrato.

Um exemplo de pagamento recorrente está em grandes empresas, como Netflix, Spotify, Conta Azul, Grupo Abril e diversas outras, com assinatura para kits de vinhos, maquiagens, produtos de barbearia, entre outros.

Principais diferenças entre o pagamento recorrente e o parcelamento

Entre as principais diferenças, está o fato de que o parcelamento compromete o limite do cartão de crédito no valor total da compra e só vai minimizando com a chegada do próximo vencimento. Até lá, o usuário do cartão não poderá contar com o valor para outras compras ou solicitar troca da forma de pagamento.

Já o pagamento recorrente somente fará o débito da mensalidade vigente devida, sem comprometer o limite do cartão do cliente. Além disso, caso o cliente tenha fechado o contrato com cobrança no cartão de crédito e precisa utilizar o saldo disponível, poderá entrar em contato e solicitar a troca para boleto, por exemplo.

Infográfico de como funciona o pagamento onlinePowered by Rock Convert

O pagamento parcelado é utilizado por lojas de departamentos e e-commerces que comercializam produtos destinados a consumidores que desejam as compras pontuais e, provavelmente, demorarão para efetuar nova compra.

O pagamento recorrente é destinado a quem opta por adquirir mensalmente produtos ou serviços de preferência e deseja um serviço privilegiado de entrega em casa ou disponibilidade contínua de serviços.

Vantagens e benefícios do pagamento recorrente para um negócio

Se para o cliente há infinitas vantagens de aderir aos serviços de assinatura e receber periodicamente produtos e serviços, para a empresa, os benefícios são ainda maiores, pois a receita recorrente possibilita uma gestão mais eficiente do caixa e do giro de capital correspondente.

Além de uma gestão financeira mais saudável e compatível com os objetivos de crescimento da empresa, outras vantagens podem ser percebidas em um negócio recorrente. Vejamos algumas delas!

Redução da inadimplência

O negócio recorrente funciona por meio de assinaturas e acordo de pagamento com desconto mensal na fatura do cartão de crédito, geração de boleto ou débito na conta corrente do cliente.

Caso o cliente não efetue o pagamento na data de vencimento, os serviços de entrega ou fornecimento são suspensos até que o débito seja quitado. Assim, a inadimplência se torna um pesadelo mais distante para quem adere a esse modelo.

Contudo, a suspensão pode afastar o cliente e conduzi-lo a um nível de insatisfação que acarreta o cancelamento, o que deve ser evitado por uma política de cobrança recorrente e relacionamento bem-elaborada.

Ao utilizar um sistema de automatização de cobrança, você utilizará a parametrização para criar alertas de vencimento, emissão de segunda via de boleto, proposta de negociação com o cliente e não deixar que ele se sinta sozinho ao longo do contrato – ou, pior, que seja lembrado somente em situação de inadimplência.

Possibilidade de previsão das finanças

Com o pagamento recorrente, é possível saber quantos clientes estão ativos e o quanto a empresa tem a receber em um determinado período, o que favorece a gestão financeira e a estabilidade do negócio.

Outro ponto positivo é que a recorrência permite o uso de métricas para acompanhar, mensurar o comportamento e a evolução do cliente dentro do ambiente virtual, sendo as mais importantes utilizadas em um negócio recorrentes:

Praticidade

O pagamento por recorrência é mais prático pelo fato de já haver um cadastro do cliente e dados do cartão previamente registrados para que a cobrança seja efetuada adequadamente.

O processo é automático, cabendo à equipe financeira o trabalho de conferência e intervenções pontuais em casos de inadimplência ou erros sistêmicos. Fora isso, um sistema automatizado é programado para executar as mesmas ações todos os meses, incluindo os clientes recém-chegados.

Confiabilidade

A fidelização começa pela confiança. Mesmo que a internet esteja repleta de oportunidades para o consumidor, certamente ele escolherá aquele que, logo no início, transmitir segurança e proteção para o fornecimento de dados pessoais e do cartão de crédito — pontos cruciais para que o cliente se decida por um negócio de recorrência.

Percebeu que a diferença entre o pagamento recorrente e parcelamento esbarra na questão de fortalecimento da relação com os clientes? Vale a pena considerar a recorrência no seu planejamento anual de 2020 e usufruir de uma das melhores formas de gerenciar a previsão de receitas da atualidade.

Se você gostou deste post e percebeu que pode melhorar a performance da sua empresa aderindo ao modelo de pagamento recorrente, que tal entrar em contato com a gente para conhecer nossos serviços e como podemos ajudar na inovação do seu negócio?

webserie redução de custosPowered by Rock Convert

Fale hoje com um especialista iugu e entenda como podemos ajudar a potencializar o seu negócio!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.