o que é dropshipping: entenda as vantagens e desvantagens

O que é dropshipping: vantagens e desvantagens de adotar esse modelo em seu e-commerce

Saber o que é dropshipping é uma boa estratégia para todo gestor de e-commerce. Gigantes ao redor do mundo, como a Amazon, eBay e o AliExpress fazem uso dessa alternativa de venda e ganham bilhões com ela. 

No entanto, adotar essa modalidade não é sinônimo de unanimidade no ambiente corporativo. Para ajudá-lo em sua tomada de decisão, preparamos este post que explica o que é dropshipping, se ele é legal e quais são as suas vantagens e desvantagens. 

O que é dropshipping? Entenda sua proposta

O termo dropshipping tem com a origem a união de duas palavras, com drop – que remete ao verbo soltar e shipping – que significa remessa. Ou seja, em seu sentido literal, dropshipping significa “soltar remessa”.

Diante dessa explicação, dá para imaginar o que é dropshipping, não é mesmo? De forma simples, essa expressão em inglês se traduz em uma modalidade de vendas que tem como ponto de partida um e-commerce. Porém, não é ele o responsável pela entrega da mercadoria, mas sim o fornecedor

Em outras palavras, por meio dessa técnica, o estoque fica por conta do parceiro. Desse modo, o dono da loja virtual não se preocupa com essa questão. Assim, pode-se focar em propagar a sua marca.

Para entender melhor o que é dropshipping, recomendamos que assista ao vídeo abaixo (com legendas em português). 

Como funciona o dropshipping? 

Confira abaixo como funciona o dropshipping. Como poderá observar, ele apresenta um formato bastante simples. 

como funciona dropshipping

Crédito: On Click

Nesse cenário, é importante saber que o lucro desse modelo acontece por meio da diferença entre o valor divulgado no e-commerce e o custo cobrado pelo fornecedor. 

Apesar de apresentar uma proposta fácil, há muitos empresários que ficam na dúvida se devem apostar nessa alternativa de vendas. Um dos motivos para isso é a dúvida relacionada a sua legalidade. 

banner como aumentar as vendasPowered by Rock Convert

O dropshipping é legal no Brasil: compreenda a polêmica

Há uma certa polêmica sobre a legalidade do dropshipping. Isso porque algumas pessoas questionam o fato de que lucrar com uma venda sem pagar impostos não é uma prática legal. Esse processo é conhecido como descaminho fiscal e, realmente, é ilegal. 

No entanto, é fundamental destacar que não é essa é a proposta do dropshipping. Logo, essa prática está de acordo com a legislação brasileira, tanto que é realizada por grandes empresas, como o Ponto Frio. 

Porém, é essencial ressaltar também que para empregar essa modalidade, é preciso regularizá-la. Em outras palavras: você, lojista, precisará pagar os impostos relacionados a ela corretamente. Caso contrário, estará cometendo um crime. 

Neste contexto, é essencial ficar atento aos valores dos impostos e das tarifas, se você quiser trabalhar com um fornecedor internacional. Isso porque a sua margem de lucro pode não ficar interessante, sem falar que as mercadorias comercializadas podem ser barradas na alfândega, como é o caso de suplementos alimentares e dos remédios. 

Ciente do que é dropshipping e entendendo que essa prática não é ilegal, desde que pague correntemente os impostos, continue com sua leitura para conhecer as vantagens e desvantagens do dropshipping e descobrir se, afinal de contas, ele vale ou não a pena. 

Vantagens e desvantagens do dropshipping (vale a pena)?

Conheça agora algumas vantagens do dropshipping:

  1. não precisar investir em estoque: pelo fato de o estoque ficar sob responsabilidade do fornecedor, você não precisará investir dinheiro para controlá-lo e nem gastará com depósitos para armazenar suas mercadorias;
  2. ter seus custos reduzidos: com o dropshipping, não há a necessidade de gastar com processos logísticos, nem com infraestrutura ou matéria-prima. Logo, é uma alternativa interessante, principalmente para quem está iniciando seu negócio;
  3. não precisar se preocupar com o envio dos produtos: além do estoque, o processo de envio dos produtos é por conta do fornecedor. Você também não precisa se preocupar com essa questão;
  4. poder trabalhar em casa: essa atividade não demanda altos investimentos e nem um time robusto. Desse modo, você pode realizá-la remotamente, em sua casa mesmo. 

Desvantagens do dropshipping: saiba quais são 

Conheça agora as desvantagens do dropshipping: 

  1. não ter controle sobre a logística: como a entrega é de responsabilidade do fornecedor, caso existam atrasos ou problemas relacionados a ela, a reputação da sua marca pode ficar manchada; 
  2. não ter muito lucro: como você terá que dividir uma parte do faturamento com seu parceiro, talvez a margem de lucro não seja muito interessante, pelo menos no começo;
  3. enfrentar muita competição: afinal, outros e-commerces, provavelmente, venderão os mesmos itens que você e a concorrência pode ser elevada dependendo do seu nicho de atuação. 

Diante de todos esses dados, saber se o dropshipping vale a pena ou não dependerá muito de seu perfil. Nesse sentido, é bastante recomendado analisar a concorrência e escolher fornecedores bons e confiáveis.

Aliás, contar com parcerias inteligentes pode fazer toda a diferença para o seu negócio. 

Sabia que a  iugu pode garantir que todos os seus processos financeiros aconteçam com sucesso? Afinal, conta com uma plataforma robusta e a melhor, e mais intuitiva, API de pagamentos e cobranças para lojas virtuais, apps e marketplaces de modelo de cobrança recorrente do Brasil. 

A equipe da iugu é formada por especialistas treinados para entender as características de sua loja virtual e propor as melhores soluções.

Que tal marcar um bate papo? Para isso, basta acessar este link. Mais fácil, impossível! 

Crédito da foto de capa:Designed by slidesgo / Freepik 

webinar black fridayPowered by Rock Convert

Fale hoje com um especialista iugu e entenda como podemos ajudar a potencializar o seu negócio!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.