inovação no varejo

Inovação no varejo: como se reinventar na crise

Em tempos de crise, a inovação no varejo é fundamental. Esse é um momento crítico que exige a tomada de decisões rápidas e eficazes. E muitas vezes o caminho de saída pode ser justamente inovar e dar um passo à frente de seus concorrentes.

Segundo pesquisa realizada pela Harvard Business School, somente 9% das empresas saem mais fortes de recessões. O estudo analisou quase 5 mil empreendimentos durante três grandes recessões mundiais: a crise de 1980, a contração de 1990 e o colapso de 2000.

O objetivo era entender que tipo de estratégias tem mais eficácia para enfrentar crises econômicas. O que as empresas bem-sucedidas têm em comum? Adotaram de maneira balanceada medidas de sobrevivência e de investimento em um futuro pós-crise.

Essas empresas reduziram custos, mas não cortaram de maneira drástica o número de funcionários. Os ajustes enfocaram a melhoria da eficiência operacional. Além disso, também investiram em pesquisa e desenvolvimento, marketing e, claro, em inovação e tecnologia.

Como podemos ver, a inovação no varejo é parte importante da receita para sair mais forte da crise. Mas o que significa exatamente inovar em contextos de crise? Vamos entender melhor o que a sua empresa pode fazer na prática e conhecer alguns cases de sucesso.

Inovação no varejo na crise

Quando pensamos em inovar muitas vezes pensamos em grandes mudanças e altos investimentos em tecnologias. Mas não é bem assim. Inovação pode significar apenas pensar fora da caixa. Ou seja, produzir alguma mudança, ainda que pequena, que gere um novo valor.

Vamos conhecer 3 dicas que vão te ajudar a inovar seu negócio.

1) Invista no e-commerce

Várias pesquisas mostram que, com ou sem crise, o e-commerce é o caminho para o varejo. Em momentos complicados economicamente essa mudança se torna ainda mais essencial. As lojas virtuais não demandam um alto investimento, já que não exigem uma estrutura muito complexa, e são uma escolha segura e rentável.

Veja também: 6 ferramentas para vendas online que impulsionarão seu e-commerce

2) Adote estratégias de marketing

Você se lembra da pesquisa que citamos acima? Entre as medidas adotadas pelas empresas que superaram de forma bem-sucedida recessões econômicas está o investimento estratégias de marketing. Isso porque o papel do Marketing é, além da publicidade e da propaganda, delinear modelos de negócios, criar e fortalecer marcas, gerar relacionamento com o cliente, entre outros.

3) Aproveite as oportunidades

A crise pode ser vista como um percalço no caminho do varejista ou como uma oportunidade de negócio. Para aproveitar as possibilidades, analise o cenário e identifique as necessidades que a crise gera. Tendo em vista essa avaliação e as habilidades e competências da sua empresa, pense como implementar a inovação no varejo.

Cases: inovação em tempos de crise

Agora que já vimos algumas dicas de como lidar com momentos de recessão econômica, vamos conhecer 3 exemplos de empresas que utilizaram a inovação no varejo para superar crises e foram bem-sucedidas.

banner como aumentar as vendasPowered by Rock Convert

Magazine Luiza

Nos últimos anos, a empresa vem adotando estratégias eficientes para driblar as crises econômicas que o Brasil tem vivido. Entre 2015 e 2016, a Magazine Luiza enfrentou um momento complicado, como boa parte do setor varejista. Mas, devido a uma combinação de estratégias, a empresa registrou um aumento recorde no seu lucro líquido naquele ano apesar do momento complicado.

Entre as medidas adotadas estão o investimento nas vendas virtuais e operação em múltiplos canais, somado a uma gestão ágil, focada no controle de custos e despesas. De abril a junho de 2016, a receita bruta da Magazine Luiza aumentou 4,8%, atingindo 2,56 bilhões de reais, em comparação com o mesmo período de 2015, e o faturamento total da empresa no primeiro trimestre de 2017 foi 23% que no ano anterior.

Na pandemia mundial do Covid-19 não foi diferente: a Magazine Luiza foi uma das empresas com melhor avaliação durante a crise. Nesse período, investiu em marketing, reforçando seus valores e se posicionando logo no início da pandemia.

Além disso, a empresa demonstrou preocupação com seus funcionários e clientes, buscando evitar demissões e fechando as lojas físicas diante das primeiras notícias referentes à pandemia. Além disso, acelerou o lançamento de uma plataforma digital gratuita, o site Parceiro Magalu, que permite que autônomos, micro e pequenos varejistas continuem a vender online mesmo durante a crise.

Leia ainda: Empresas na crise e a COVID-19 (Coronavírus): como lidar com um cenário incerto?

Toyota e Honda

No primeiro trimestre de 2015, as vendas de automóveis e comerciais leves tiveram queda de mais de 17% com relação ao mesmo período do ano anterior. Nesse cenário, marcas como Toyota e Honda se destacaram.

Essas duas empresas não somente ampliaram sua fatia do mercado como tiveram aumentos reais nas vendas. Tanto a Toyota como a Honda registraram um crescimento superior a 12% nos primeiros 3 meses de 2015, em comparação com o ano anterior.

Entre as estratégias adotadas pelas empresas para enfrentar o momento estão investimento na qualidade do produto e preocupação com eficiência e custos. Em cenários de crise é comum que as empresas priorizem volumes de produção e corte de gastos. Toyota e Honda seguiram o caminho oposto: menos quantidade de produtos e alta qualidade.

Numenu

Essa startup, que está entre as top 7 no ranking 100 Open Startups 2019, é um exemplo de agilidade nas ações e capacidade de prever impactos que tanto afetaram o setor varejista. A empresa começou como uma micro-conveniência no segmento de carros de aplicativo, levando produtos para serem vendidos na comodidade do traslado de um lugar a outro.

No início de março de 2020, avaliando a situação em outros países, a empresa pôde prever a queda do modelo de negócio no segmento. A partir dessa análise, avançou para a migração do tipo de negócio em poucas semanas.

Quando as medidas de isolamento do governo foram anunciadas, a empresa já estava preparada para as mudanças. Agora a Numenu segue no modelo de conveniência, mas dentro de condomínios residenciais. Com essa estratégia conseguiu driblar a crise.

Se você se interessou pelo tema inovação no varejo e quer receber outros conteúdos como este, assine a newsletter da iugu. Assim, você vai ter novidades toda semana direto na sua caixa de e-mail para  impulsionar o seu negócio!

webinar black fridayPowered by Rock Convert

Fale hoje com um especialista iugu e entenda como podemos ajudar a potencializar o seu negócio!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.