Estudo de caso: Origamid

26 de janeiro, 2017

Alguns lobos, apesar de animais extremamente sociáveis, deixam as alcateias e vivem sozinhos por um tempo. Pode-se dizer que o carioca André Rafael é um lobo solitário: ele toca sozinho, desde 2012, a empresa de tecnologia Origamid.

“Eu gosto da liberdade de poder mudar o foco do meu negócio a qualquer momento, de fazer o que quiser com a empresa”, conta André. A Origamid, hoje, é uma empresa de educação, que oferta cursos online de web design, produzidos por ele, mas, até 2015, ela vendia websites.

A mudança de foco lhe permitiu realizar um desejo: ter um público com o qual pudesse interagir, e não apenas um cliente ou outro. “Além disso, prestando serviços, o dinheiro para de entrar quando você para de trabalhar, e isso não acontece com produtos.”

Outro motivo que guiou sua empreitada solitária talvez tenha a ver com uma questão de maturidade, ele acredita. “É uma responsabilidade muito grande ter funcionários. A vida deles passa a depender do seu negócio”, afirma. “Eu me preocupo demais com tudo e não conseguiria lidar com o peso de uma pessoa dependendo das minhas decisões no momento.”

No Facebook, a Origamid tem a impecável avaliação geral de 5 estrelas. Seus quase 200 reviews elogiam a qualidade do site e reconhecem a determinação de André, que precisou aprender sobre contabilidade, marketing, design, programação, meios de pagamento, legislação, atendimento ao cliente, edição de áudio e vídeo e por aí vai.

Avaliações da fan page da Origamid no Facebook

“O desafio aqui é focar no que realmente importa de cada um dos tópicos. E isso aguça a sua criatividade, pois tornar as coisas mais simples é uma das principais atividades do designer”, afirma André, que se classifica como um generalista. “Prefiro saber de tudo um pouco do que tudo de um pouco.”

Origamid + iugu

Com tanta coisa no prato, é de se imaginar que ele busque o mínimo possível de preocupação e o máximo possível de retorno. Isso inclui a forma como seus alunos compram suas aulas.

Hoje, André utiliza duas soluções de terceiros para transacionar pagamentos. A principal delas é a iugu, que responde por mais de 90% do faturamento da Origamid. Desde que implementou a infraestrutura financeira, com a instalação de um simples plug-in no WordPress, André já registrou um aumento de 5% em seu lucro real.

Ele dá o crédito às baixas taxas da iugu de adiantamento de parcelas de cartão de crédito, muito menores que a dos concorrentes. “Gostei das tarifas e do fato de ter a possibilidade de adiantar ou não as parcelas dos clientes”, diz. Segundo ele, quando tiver capital o bastante para evitar o adiantamento, a Origamid terá um lucro 15% maior.

Além de poder adiantar as parcelas quando quiser, André cita a transferência automática de saldo da conta iugu para sua conta bancária como sua segunda funcionalidade favorita. A terceira é o checkout de pagamento, um dos mais simples que ele já viu.

Inscreva-se no blog da iugu!
Receba nossos próximos posts no seu email.
Painel de controleContato comercial
Produto
CobrançasMarketplacePreços
Informações
DocumentaçãoCentral do desenvolvedorAjuda e suporteBlogStatus do serviço
closefacebook-squarelinkedin-squaretwitterbarsinstagram