serviço de delivery

O que o serviço de delivery aprendeu com a alta demanda durante a pandemia?

Durante um cenário econômico incerto ocasionado pela pandemia do novo Coronavírus (COVID-19), um dos setores com mais destaque é o de serviço de delivery. Segundo o relatório elaborado pelo RankMyApp, o número de downloads dos aplicativos de delivery teve um crescimento de 30% em março de 2020 em relação ao mês anterior.

Além do número de downloads em alta, o faturamento também cresceu durante a quarentena com o resultado de uma receita de US$ 2.986 milhões no seguimento de entrega de alimentos online, segundo o portal alemão Statista.

Por isso, preparamos este conteúdo repleto de dicas incríveis sobre quais foram as lições tiradas pelo serviço de delivery com a alta demanda durante a pandemia. Inclusive, uma explicação completa sobre as estratégias adotadas para aperfeiçoar as suas soluções. Vamos lá?

Quais foram as principais mudanças nos hábitos de consumo?

Com o aumento do número de pessoas que passaram a estudar e a trabalhar a partir de suas casas, com as orientações de distanciamento social e com o fechamento de diversos estabelecimentos comerciais, bares e restaurantes, já era de se esperar o aumento exponencial na demanda por produtos alimentícios prontos para o consumo.

Além disso, o setor de alimentos faz parte dos serviços essenciais. Por isso, com o fechamento das portas para o público em um primeiro momento, os serviços não precisaram, necessariamente, parar. Mas, para manterem o seu funcionamento, mesmo com restrições, foi necessário adaptar os sistemas e as práticas para que essas empresas pudessem se adequar.

Embora pareçam simples, tais mudanças podem ser realmente desafiadoras quando feitas sem orientação e de forma tão abrupta. Por isso, infelizmente milhares de negócios não conseguiram se adaptar. De acordo com a Pesquisa Pulso Empresa: Impacto da Covid-19 nas Empresas, realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 716.000 instituições fecharam as portas desde o início da pandemia até a metade de junho. São números alarmantes, mas poderiam ser evitados se houvesse preparação e adequação, como o setor de delivery.

O que o serviço de delivery aprendeu com a situação?

Há algum tempo o mundo empresarial pedia por uma renovação de sistemas e, até mesmo, de atendimento ao cliente, não é mesmo? Por isso, talvez esta seja a maior lição de todas: acompanhar o mercado é fundamental.

Com a necessidade de implementar o delivery, o que era incomum no setor de alimentos, as principais lições aprendidas com a alta demanda durante a pandemia, foram:

  • ter uma empresa digitalizada não é luxo, mas é uma necessidade;
  • facilitar o atendimento desde o pedido até a entrega, é necessário e pode evitar reclamações;
  • permitir uma maior variedade de meios de pagamento deve ser uma prioridade;
  • criar uma boa experiência no relacionamento com os clientes faz toda a diferença, e pode garantir ainda mais vendas para um negócio de sucesso.

Para entender melhor quais são as diferenças entre as modalidades de pagamentos e descobrir os pontos importantes para levar em consideração no momento da escolha, recomendamos que assista ao vídeo de como escolher um meio de pagamento para a sua empresa.

Como as empresas podem se adaptar ao novo cenário?

Para elucidar as informações apresentadas anteriormente, vamos mostrar a seguir algumas mudanças simples feitas nas empresas que continuaram ativas durante a crise, o que elas aprenderam e como podem, até mesmo, salvar um negócio da falência. Veja.

Presença digital

Tudo começa com um bom atendimento. Não, você não leu errado. No entanto, para que haja alguma interação entre empresa e cliente, essa mesma empresa precisa ser encontrada. Porém, para fazer isso na prática, basta criar uma boa presença digital.

ebook como montar uma empresa de sucessoPowered by Rock Convert

Os negócios de delivery com mais destaque e que conseguiram se manter durante a crise, “aparecem” quando o cliente busca por termos como: “delivery” ou “entrega de comida”, nas redes de pesquisa.

Outra opção de presença digital para não ser negligenciada, são os perfis nas redes sociais. Nesse formato é possível interagir em tempo real com os clientes, inclusive é uma boa opção para aumentar a visibilidade da marca e melhorar o seu posicionamento digital.

Atendimento

O próximo passo é o atendimento. Afinal, foi nesse ponto onde as mudanças foram ainda maiores. Isso porque devido as tantas opções de delivery prontos para entregar diretamente na casa do cliente, qual prato você acha que são os mais escolhidos?

Se você falou: “o que for mais barato” ou “o que tiver a melhor apresentação”, quase acertou. Em grande parte dos casos, o consumidor geralmente escolhe aquele que tiver o melhor atendimento. Isso inclui:

  • interação nas redes sociais;
  • facilidade na identificação do preço dos produtos;
  • disponibilidade e agilidade na entrega;
  • facilidade de realização dos pedidos, e muito mais!

Todas essas questões nos levam aos próximos passos.

Meios de pagamento

Já aconteceu com você, alguma situação chata na hora de realizar algum pagamento? A verdade é que ninguém gosta de ter um cartão recusado sem motivo e, nem mesmo, esperar um sistema lento funcionar.

As tantas possibilidades de pagamentos e as oportunidades para facilitar esse processo para o consumidor, também estão em nossa lista de lições aprendidas durante a quarentena. Além disso, elas têm o poder de fidelizar ainda mais clientes para os sistemas de delivery.

Logística

Embora os tópicos anteriores sejam extremamente relevantes para as empresas pós-pandemia, o momento da entrega não pode ser negligenciado. Por esse motivo, ter uma logística que funcione faz toda a diferença. Afinal, é nela em que o melhor itinerário será mapeado para garantir uma entrega rápida e eficaz.

Entrega

Outra lição aprendida durante a crise foi que a entrega não se resume em apenas entregar o pedido. Esse é também um bom momento para praticar o encantamento dos clientes. Isso pode ser feito com algumas mudanças simples, como: criar embalagens personalizadas e mais seguras, ou ainda, oferecer presentes surpresas para os cliente especiais.

Relacionamento com o cliente

Por fim, todas as melhorias anteriores impactam de forma muito positiva no relacionamento com o cliente, pois ele passa a se sentir mais próximo da empresa e parte de uma comunidade que se importa de fato com ele.

Antes de finalizarmos o nosso conteúdo, vale ressaltar a importância de analisar o cenário atual para “prever” o futuro do serviço de delivery e das empresas de modo geral. O passado nos mostra onde devemos mudar, enquanto o presente, indica para onde devemos caminhar.

Então, você já tinha percebido o quanto o cenário mudou e o como as lições aprendidas podem nos ajudar a melhorar ainda mais? Compartilhe com a gente a sua opinião!

podcast: tudo sobre meios de pagamentoPowered by Rock Convert

Fale hoje com um especialista iugu e entenda como podemos ajudar a potencializar o seu negócio!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.