débito recorrente

Saiba aqui como implementar débito recorrente em escolas

webserie Economia da recorrênciaPowered by Rock Convert

As transações por recorrência já são bastante comuns em negócios online que oferecem serviços por assinatura, mas você sabia que é possível utilizar o débito recorrente também em escolas?

Se levarmos em conta um ano letivo, o vínculo do aluno com a escola é longo e duradouro. A menos que surja uma transferência ou possível abandono por motivos alheios à vontade da instituição, as mensalidades serão pagas de modo recorrente.

O objetivo deste post é mostrar para você como implementar o débito recorrente na sua escola e explicar sobre o funcionamento e os benefícios para os pais e a instituição na adoção de um sistema de pagamento que facilite para os dois lados.

O que é e como funciona o débito recorrente?

O conceito de receita e débito recorrente é simples — o serviço é contratado e todos os meses o cliente deve pagar a mensalidade por meio de boleto bancáriocartão de crédito ou débito em conta.

Não se trata de parcelamento e sim de mensalidades acordadas e previstas no contrato, com data de vencimento a cada trinta dias, geradas como débito em um dos meios que citamos agora pouco, desde que previamente autorizado pelo cliente.

Como implementar na escola e quais os benefícios dessa estratégia?

Quando os pais procuram escolas para seus filhos, embora a qualidade do ensino, o ambiente seguro e os programas de desenvolvimento sejam os fatores mais relevantes, outros aspectos podem colaborar para que sua instituição seja a escolhida.

Muitos pais têm rotina intensa e tudo que desejam é que seus filhos estejam bem acolhidos na escola enquanto trabalham. Para isso, não hesitam em pagar um preço justo e coerente com o que a escola proporciona a eles, tanto de maneira pessoal quanto pedagogicamente.

A escola que oferece serviços diferenciados no campo pedagógico deve pensar também em facilitar a vida dos pais que muitas vezes dispõem de recursos financeiros, mas pouco tempo para as questões burocráticas.

Ao implantar um sistema de débito recorrente há uma forte tendência a minimizar os erros e gerar benefícios elevando o conceito da instituição em relação aos processos administrativos financeiros paralelos à excelência do ensino pedagógico.

Vejamos alguns benefícios que a sua escola pode obter com o débito recorrente!

Redução da inadimplência

inadimplência acontece por vários motivos — esquecimento, desvio do valor para outras despesas, dificuldade financeira ou até mesmo descompromisso —, o que afeta o caixa da instituição e a disponibilidade do recurso financeiro.

Com o conceito de assinatura adaptado ao contrato de serviços pedagógicos e atrelado a um meio de pagamento será mais fácil monitorar o débito e evitar que a inadimplência se torne um problema generalizado.

Se em algum mês, por um descuido, o meio de pagamento escolhido pelo cliente não estiver disponibilizado (é normal o limite do cartão de crédito não estar disponível na data de vencimento), é possível negociar outro tipo de pagamento para evitar a inadimplência, e não prejudicar o aluno.

guia completo do pagamento recorrentePowered by Rock Convert
guia comleto de nota fiscalPowered by Rock Convert

Churn baixo

Tudo que uma instituição de ensino não quer é perder alunos, independentemente dos motivos. Deve ser interesse da escola manter o estudante matriculado para concluir o programa de estudos previstos para o ano.

Disponibilizar meios de pagamento e flexibilidade no sistema de cobrança pode manter a taxa de churn — métrica que mensura o quanto se perdeu de receita e cliente — com baixo volume de perdas ao longo do ano.

Desburocratização de processo

Muitas escolas disponibilizam em sua página um ambiente específico para o cliente — no qual ele pode acompanhar a evolução de notas dos filhos e gerar os boletos para pagamento. Esse é um processo burocrático e demorado que muitos não querem enfrentar.

O débito recorrente vai proporcionar mais tranquilidade. O pai que assinou o contrato e está de acordo com o valor da mensalidade sabe que todos os meses o montante será debitado, conforme ele já tem anotado em suas previsões financeiras.

Facilidades para os pais

O processo automático é um facilitador para aquele pai que não gosta de perder tempo nas quilométricas filas ou acessar aplicativos de banco para pagar os boletos. A praticidade é palavra de ordem no dia a dia de pessoas ocupadas.

A escola deve pensar em cuidar bem da educação dos filhos, sem deixar de lado a atenção diferenciada aos pais que são de fato mantenedores da instituição. Criar facilidades é investir em fidelização.

A satisfação do cliente é um importante combustível e você pode mapear todas as atividades, serviços e funcionalidades para saber o quão boa é a experiência dos clientes com a sua escola.

Maior controle da gestão

Sem dúvidas, o débito recorrente aumenta o controle financeiro da instituição. Ao utilizar uma solução de automação com inserção de informações como dados de pais e alunos, valores e o meio de cobrança, a equipe financeira vai saber exatamente quem pagou e quem está inadimplente.

Você deve se perguntar como o serviço funciona na prática. Contar com uma plataforma integrada ao site da escola possibilita que todos os clientes sejam cadastrados no mesmo ambiente.

Um software integrado por API vai conectar todos os dados referentes aos clientes e contratos. Um cliente que tenha assinado o contrato no ato da matrícula terá a mensalidade visualizada instantaneamente no departamento financeiro.

A contratação de uma empresa como a iugu — com expertise no gerenciamento de débitos recorrentes — vai possibilitar a escola disponibilizar um pacote de serviços mais ampliado aos clientes, como:

  • criação de planos de assinaturas e mensalidades com base no ciclo pedagógico;
  • alertas de vencimento de mensalidade;
  • flexibilidade na escolha do meio de pagamento;
  • controle de inadimplência;
  • período de testes: você poderá disponibilizar aos pais para conhecerem o formato de débito recorrente;
  • plataforma completa;
  • suporte técnico adequado;
  • ações de cobrança recorrente logo após o vencimento.

Quem paga a mensalidade dos filhos todos os meses já vive um cenário de débito recorrente antes mesmo de adotar a nomenclatura. O que a sua escola vai fazer é formalizar o processo e convidar os pais a conhecerem as facilidades por conta própria.

Se você curtiu este post e deseja como implantar um sistema de débito recorrente na sua escola, entre em contato com a gente para conhecer todos os serviços que podemos adaptar ao ambiente pedagógico. Ficaremos felizes em atendê-lo!

Fale hoje com um especialista iugu e entenda como podemos ajudar a potencializar o seu negócio!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.