Receba conteúdos e novidades da iugu

2019 já está começando e boa parte das empresas está se preocupando com o planejamento do ano. As expectativas são grandes em um cenário de incertezas políticas e econômicas, mas preparar-se é fundamental. E você, já fez o planejamento para 2019 na sua empresa?

O mercado está oscilante com perspectivas de crescimento ainda modestas, mas o pensamento deve ser de produtividade alta e faturamento abundante. É claro que isso não acontece da noite para o dia, sem um planejamento consistente e o esforço conjunto do time envolvido.

Este post traz 5 dos erros mais comuns cometidos pelas empresas, dentro do planejamento de ações e ao longo de um ano inteiro. Você deve tirar deles as lições para traçar novas estratégias e evitar que aconteçam novamente. Bons planos!

Quer saber quais são os passos errados para evitar no futuro?

Um bom planejamento obedece a três premissas básicas: o que fazer, quando fazer e como fazer. Quando há falhas em uma dessas variáveis, todo o processo é comprometido pela descontinuidade e falta de elementos para um diagnóstico preciso.

Mesmo que a empresa tenha um bom negócio e boa aceitação no mercado, com chances de expansão e crescimento, se não souber organizar as ideias de forma prática e objetiva para dividir com a equipe envolvida, há um risco sistemático de inércia corporativa.

Veja agora, alguns passos que, quando inconsistentes, podem conduzir a empresa a um caminho inverso do progresso.

1. Não estabelecer metas SMART

Não traçar um objetivo e segui-lo é fazer um mau uso do tempo e do talento da equipe, pois sem norte é difícil vislumbrar aonde se quer chegar. Vamos entender as metas SMART.

  • S – específica;
  • M – mensurável;
  • A – atingível;
  • R – relevante;
  • T– temporal.

Toda empresa deseja alcançar algum patamar mercadológico e para isso precisa estabelecer metas com clareza e possibilidades de alcançar. Com a metodologia SMART ficará mais fácil demonstrar ao time as propostas da organização e como deverão proceder para atingi-las.

É fundamental que se possa medir a eficiência de uma meta implementada ao final de um período para apurar se os resultados foram satisfatórios e condizentes com as expectativas. Quanto mais objetiva e tangível for uma meta, mas fácil será conduzir a equipe e contextualizar o negócio no mercado.

2. Deixar de analisar os dados e resultados do ano anterior

Todo o resultado do ano anterior em comparação com os objetivos traçados deve servir de parâmetro para a construção do planejamento seguinte. Se uma empresa não toma como base aquilo que foi realizado e o impacto dos resultados, tende a cometer os mesmos erros passados.

Mensurar o faturamento, o volume quantitativo e qualitativo de vendas, a performance de cada funcionário, o comportamento de compras do cliente, assim como o número efetivo de clientes fiéis são alguns dos aspectos que você deve observar do ano anterior para melhor desenvolver o planejamento para 2019.

3. Não atribuir responsáveis por cada ação do planejamento

Toda atividade para ser bem executada precisa obedecer aos princípios de início, meio, fim e ser concluída por um ou mais especialistas, conforme o seu grau de dificuldade. Atribuir responsáveis por cada etapa pode minimizar a margem de erros e garantir que seu cumprimento seja efetivo.

Quando os papéis não são definidos correta e antecipadamente, o risco de um objetivo se perder pelo caminho é grande e você não poderá cobrar de alguém especificamente, se não tiver determinado a responsabilidade sobre o andamento.

4. Não considerar as variáveis externas

Muitas empresas atuam de acordo com as normatizações internas sem considerar as variáveis e interferências externas. As oscilações econômicas ou mudanças no comportamento de compras do consumidor, assim como as tendências de mercado são fatores que devem ser analisados criteriosamente pela gestão.

Assim, será possível estabelecer um plano de contingência para suprir as eventualidades ou desequilíbrios diante de um elemento surpresa. Antecipar-se aos fatos sabendo que imprevistos acontecem e trabalhar com a prevenção são características que devem fazer parte do perfil estratégico e visionário do grupo gestor.

5. Não envolver a equipe

Desejar resultados expressivos e rentáveis sem tornar a equipe parte do processo é um erro grave e pode impactar todo o andamento, ainda que o planejamento esteja muito bem elaborado. É sabido que um time motivado e engajado veste a camisa da empresa e adota uma postura de pertencimento genuíno.

O que pode ser melhorado no planejamento para 2019?

Depois de observar os erros passados e vislumbrar as melhorias futuras, ao desenvolver o planejamento para 2019, você poderá ainda estabelecer alguns critérios de acompanhamento, incluir no escopo das rotinas e adotar como estratégias e soluções, com a anuência e participação de todos os envolvidos. Confira!

Fazer um diagnóstico do negócio

Entenda o seu negócio e saiba quais são os pontos fracos e fortes dentro e fora do segmento. Ao levantar um diagnóstico você poderá dimensionar a estrutura sobre algumas vertentes importantes — financeira, mercadológica, gestão de pessoas, contábil, vendas — e, assim, adotar procedimentos de acordo com as perspectivas para o próximo ano.

Realizar o planejamento financeiro

As operações financeiras carecem de um acompanhamento sistematizado na rotina para evitar falhas no fluxo de caixa. Traçar metas para aumentar o faturamento estabelece o ritmo e o padrão de atendimento ou, até mesmo, de participação efetiva no mercado.

Sabendo até onde poderá ir como a realidade financeira, você administrará bem os investimentos, pagamentos e recebimentos, garantindo maior fluidez e visualização de um panorama mais abrangente.

Criar ações para realizar cobranças de forma efetiva

Atuar com vendas recorrentes e formas de pagamentos seguras — cartão de crédito ou boleto bancário — além de proporcionar ao consumidor um conforto na hora de realizar suas compras, pode auxiliar na diminuição da inadimplência.

Cogite implantar um sistema completo de gestão de pagamento para auxiliar os processos operacionais da empresa que emita relatórios gerenciais mais precisos, pois com eles em mãos suas decisões serão mais rápidas e acertadas.

Planejar ações para atrair novos clientes

Não espere os períodos sazonais para realizar campanhas com o objetivo de conquistar novos clientes. Faça ações o ano inteiro, demonstrando ao consumidor a importância que ele tem para o seu negócio e o quanto sua empresa tem a oferecer. Personalizar a abordagem e o atendimento cria uma relação humanizada de troca, com chances reais de conversão.

Montar um calendário de treinamento dos funcionários

Se você deseja uma equipe coesa e alinhada precisa treiná-la continuamente para cada vez mais entender o negócio da empresa e como deverá se comportar diante do mercado e do cliente. A cultura organizacional deve estar bem fortalecida no entendimento de cada funcionário.

Estabelecer indicadores para monitorar os resultados

Monitore e mensure os resultados acompanhando de perto cada ação prevista no planejamento, propondo melhorias e ajustes quando necessário. É fundamental adotar medidas corretivas logo que sejam identificadas as falhas e, assim, garantir a continuidade do planejamento sem afetar as demais áreas.

Mesmo que a empresa tenha um bom negócio e boa aceitação no mercado, com chances de expansão e crescimento, saber organizar as ideias de forma prática e objetiva, compartilhando com a equipe envolvida é fundamental para não cair na inércia corporativa.

Você gostou de conhecer esses 5 dicas erros para evitar cometer na sua empresa? Então continue com a visita em nosso blog, leia agora mesmo outro artigo que vai complementar o seu entendimento “Como usar as vendas de final de ano para aumentar o ticket médio?” e ajudar sua empresa a elaborar um excelente planejamento para 2019!

Fale hoje com um especialista iugu e entenda como podemos ajudar a potencializar o seu negócio
Painel de controleContato comercialSeja um parceiro
Produto
CobrançasMarketplacePlanos
Informações
DocumentaçãoCentral do desenvolvedorAjuda e suporteBlogStatus do serviço
closefacebook-squarelinkedin-squaretwitterbarsinstagram